Reuniões e biberões


5ª feira e 6ªfeira tive reuniões importantes, claro que o minimeu foi comigo e foi uma aventura, como tinha sido a última reunião.
Mas desta vez a reunião era para ver uma loja e verificar se teria condições para avançar com um projecto, isto implicava eu ter que dar alguma atenção à cliente, à angariadora imobiliária, ver a espaço como deve ser e tirar fotografias boas para depois em casa e com calma, conseguir pensar.
Parecia uma louca porque já tinha apanhado uma molha com o M. no carrinho!
Estaciono no parque, saltos altos numa calçada para lá de má, carrinho numa calçada para lá de má, a chover, a correr, com mala, com máquina fotográfica, com o cabelo arranjado no dia anterior  e ensopado da chuva de 5ªfeira, a tentar sorrir e a dizer milhentas asneiras para dentro, a tentar concentrar-me ,  encontro-me com a minha cliente que me ia dar boleia, apanhamos chuva até ao carro, mas ela tinha chapéu, conversa de circunstância, chegamos ao carro, logística de desmontar o carro e montar ovo, chegar ao local e retirar ovo, entrar , cumprimentar, tirar fotografias, olhar para o espaço e nisto tudo o M. faz uma fita ( é muito raro já ele fazer fitas e birras, mas estava com sono, estava ao meu colo, porque a loja estava muito suja e eu não o queria deixá-lo dentro do ovo no chão ) tento ouvir, mas só oiço os soluços do meu M. que esperneia e esfrega os olhos em claro sinal de cansaço, tento falar e mudar o M. e abanar e colocar a chucha ( já deixei de vez o aero-om).
Enfim...
Chega a hora de almoço, continuamos a reunião durante o almoço, dou almoço ao M. no restaurante cheioooo de gente, conheço algumas pessoas e tenho que falar e explicar que sim, que agora sou mãe e que sim que é assim, mas que é bom, embora às vezes tenha clara noção que pareço meio louca!
Apresentam-me mais uma pessoa e no meio desta confusão o senhor explica-me que adora ser pai, que ser pai é a sua razão de viver, que adora tudo neles e que tem saudades, muitas... e que percebe perfeitamente esta dualidade entre a vida profissional e pessoal e que admira quem tem que continuar assim, meio mulher, meio mãe.
Explico que ainda não tenho creche e que por agora tem de ser mesmo assim, mas que não deixei de ser  criativa,  continuo a ser boa profissional, escondo claro a minha falta de memória  e embora continue a achar que pareço meio louca, o meu cabelo fruto da molha deve estar tipo juba e quem sabe como estará a maquilhagem!, sorrio sempre, é a  minha melhor arma!
Isso e levar nos braços uma ternura a que ninguém resiste.
6ªfeira repetimos a dose, desta vez era um almoço, mas já estava mais preparada e expliquei logo: Isto aqui vai ser uma grande aventura =)
T

Comentários

  1. Em grande! Adoro a tua energia!

    (por cá ainda temos aero-om para consultas, sos em saídas, vacinas e às vezes para dormir. Retiraste ao teu baby de uma vez?)

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares