Os 6 meses mais fantásticos de sempre


Mateus,
Parece impossível que hoje faças 6 meses.
Parece que foi tudo ontem: os resultados dos exames, a notícia da infertilidade, o tratamento, o positivo, a fantástica gravidez, o dia do nascimento... não posso acreditar que já passou meio ano, o meio ano mais fantástico de sempre.
Os 6 meses mais felizes, onde cresci e aprendi contigo, comigo e com os nossos que nos rodeiam, em que melhorei como pessoa, em que chorei de sono, de nervos, de medo, em que ri e sorri contigo e por ti.
Fazias falta, há muito tempo e quando chegaste, deste-nos muito mais do que alguma vez imaginámos.
Julgar que coisas certas são requisitos para a felicidade, foi um erro meu mas que rapidamente aprendi a ultrapassar.
Penso agora nos 6 meses que passaram e em tudo o que a vida me deu, penso em como me dá gozo viver este jogo e em como o tempo só melhora tudo isto.
Gostava que soubesses que o que encontras no fundo de “nós” , são partes das nossas raízes, tens dentro de ti  o cheiro da casa  grande de Albergaria, o cheiro do jardim onde corríamos o dia todo, o sabor das laranjas acabadas de apanhar e comidas debaixo da arvore, a alegria quando escorregávamos escadas abaixo, o amor e a ternura das mãos ásperas e a pele macia dos que já foram, o sabor do pão com planta e o cheiro do café de cevada, o calor das ruas de terra e do tempo quente e lento.
És feito do vento que me batia na cara nos finais de tarde quando ia ver o comboio passar, quando me baloiçava furiosamente e alegre no baloiço que os meus pais me deram, és feito de brincadeiras e cumplicidades com a mana, de músicas cantadas com o meu pai, de beijos quentes da minha mãe, és feito de lágrimas e de alegrias.
Quero que saibas que és feito de um  mundo para além daquele que por enquanto conheces, que quando inclinas a cabeça e me olhas devagar, me fazes sempre querer-te mais, que te revelas um ser ténue, que és parte dessa massa de vento que passou pela terra e correu a nossa vida.  
Aninha-te aqui ao meu lado e escuta-me, um dia havemos de falar sobre a tua infância e sobre estes 6 primeiros meses.
Meu amor maior.
T

Comentários

  1. Lindo, porque vem do coração!:)
    Parabéns ao pequeno Mateus!

    ResponderEliminar
  2. Parabéns Mateus!
    E parabéns à mamã por este amor tão bem desenhado nestas palavras!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares